quarta-feira, 27 de junho de 2012


                             
       
                               
                                          Assim
          


                                                
                                                     sempre que deseja
                                            por minha aridez passeia

14 comentários:

  1. Uma imagem pode nos dizer tanto e tão profundamente.
    Assim !

    Gostei!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Impressionante a força da imagem!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabens pelos blogues, voltarei com tempo.

    ResponderExcluir
  4. Linda confesso a tempo nao venho aqui mao por opiçaõ mas sim por causa do tempo excasso mas confesso ja estas em meus favoritos por que amo seu espaço e cada letrinha e frase postada por vc... na qual na sua mais doce e meiga figura de mulher descreve e transcreve com o coração aquilo que que me deixa e nos deixa sempre com um gostinho de quero mais...Eu quero!!!Por que suas palavras sao como favor de meu no seu mais puro nectar gotejando parte de vc em meus pensamentos... Os quais move e comovem toda uma geração levando-me cada vez mais perto de ti, facilitando minha comprensao naquilo que diz e naquilo que escreves com o coração.
    Deixo um beijo e algumas estrelas para enfeitar seu céu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola amigo "Apenas Palavras"!

      Obrigada pelo comentário, pelo elogio e principalmente pelas "estrelas", rs. Obrigada, viu?

      Ah, fique a vontade para ir e vir sempre que desejar, para mim será um prazer. Na verdade, posto menos do que eu gostaria por aqui, vou tentando me adequar com o fator tempo, rs.

      Bjs.
      Vi.

      Bjs.

      Excluir
  5. E a aridez, quase sempre, é apenas uma capa que, uma vez removida, dá lugar aos mais belos oásis...
    Gostei do te blogue.
    Vitalina, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola Nilson,

      você tem toda razão. Especialmente aqui, quem passeia por esta aridez, cultiva flores.

      Bjs.

      Excluir
  6. Olá Vitalina, que tudo esteja bem contigo!

    Uma aridez ávida por ser cultivada, pois toda aridez tem seu momento à sombra!
    A imagem deveras intensa dá enorme sentido ao escrito, e assim a tua sensibilidade em transmitir teus sentimento em poucas e belas palavras faz este teu espaço cada vez mais encantador, parabéns pela postagem, imagem e texto belíssimos!

    E grato por tua amizade eu deixo meu desejo que você e todos tenham um viver deveras intenso e feliz, abraços e até mais!

    ResponderExcluir
  7. Olá! Agradeço as palavras Srta, é um grandioso texto em meus comentários! abraços

    ResponderExcluir
  8. Por onde andas querida Vi?
    Fazes falta...não demores!
    Mui bjis

    ResponderExcluir
  9. Já não me lembrava do teu blogue e até pensei que nunca te tinha visitado...
    Devias continuar com este blogue. É interessante.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Olá Vitalina!
    Um prazer passear por este teu espaço encantado!

    Creio que essa aridez de que falas é apenas aparente. Basta um sorriso de afecto para cobrir um corpo desnudado com a mais bela vegetação orvalhada.

    Beijinhos e grata pela visita.

    Janita

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Hola Janita.

      Se sorriso e afeto podem transformar aridez em campos verdejantes, o amor semeia florestas, povoa mundos inabitáveis, faz brotar água no deserto.

      Desejo campos verdejantes, desejo florestas, desejo cobrir mundos, desejo mananciais no deserto, no meu deserto.

      Beijos e obrigada por passar por aqui e pelo carinho.

      Excluir

Seu comentário muito me honra. Sinta-se em casa.

Agradecida,

Vitalina de Assis.